A Fundação Homem do Mar (FHM), entidade que administra o Centro de Simulação Aquaviária (CSA), já firmou parcerias para viabilizar projetos de empresas, estatais e privadas, fundações e demais entidades. Dentre os clientes que desenvolveram projetos com a ajuda do CSA estão Vale, Petrobras, Companhia Docas do Ceará, Fertimport, São Paulo Empreendimentos, Planave e outros.

docas-cearaFertimportValePetrobrasPlanave

Clique nos anos abaixo para ver os resultados:

2007

– Moinho Dias Branco: projeto – Porto de Aratu.

2008

– Vale: projeto – Píer de Rebocadores em Terminal Portuário de Ponta da Madeira, Maranhão.
– Petrobras: projeto – GNL, Porto de Pecém, Ceará.
– Petrobras: projeto – GNL, Baía de Guanabara, Rio de Janeiro.

2009

– Vale: projeto – Píer 4, Terminal Portuário de Ponta da Madeira, Maranhão.
– Vale: projeto – Análise de Risco Operacional, Terminais Portuários de Ponta da Madeira.
– Vale: projeto – Análise de Risco Operacional, Terminal de Tubarão, Espírito Santo.
– Tecondi: projeto – Análise do Canal no Porto de Santos, São Paulo.
– TGSC: projeto – Novo Terminal de Granéis, São Francisco do Sul, Santa Catarina.
– Fertimport: projeto – Novo Terminal de Granéis, São Francisco do Sul, Santa Catarina.
– Triunfo: projeto – Estudo de Manobrabilidade para o novo terminal da empresa Triunfo Santa Rita S.A.

2010

– Vale: projeto – Análise de Risco Operacional do Terminal da Ilha Guaíba, Mangaratiba, Rio de Janeiro.
– Companhia Docas do Ceará: projeto – Análise do novo canal do Porto do Mucuripe, Fortaleza, Ceará.
– Vale: projeto – Análise de manobrabilidade do navio Valemax, de 400 mil DWT, e adequação do navio ao canal e bacia de evolução dos Portos de Tubarão e Ponta da Madeira.
– Petrobras: projeto – Análise do novo Terminal GNL do Porto de Barra do Riacho, Espírito Santo.
– Petrobras: projeto – Análise do novo Terminal GNL do Porto de Suape, Pernambuco.

2011

– Vale: projeto – Análise de Risco Operacional do Terminal de Tubarão, Vitória, no Espírito Santo.
– Petrobras: projeto – Análise do Novo Terminal GNL na Baía de Todos os Santos, Bahia.
– Petrobras: projeto – Análise da manobrabilidade de gaseiros da classe QFLEX no Terminal GNL do Porto do Rio de Janeiro.
– Petrobras: projeto – Análise de manobrabilidade de embarcações Offshore nas futuras instalações do Terminal Offshore de Ubu, Espírito Santo.
– TECONDI: projeto – Análise de manobrabilidade de navios full-container no Terminal TECONDI, Santos, São Paulo.
– SPEP: projeto – Análise de manobrabilidade de navios Offshore, graneleiros e carga geral nas futuras instalações do Terminal da Ilha dos Bagres, Santos, São Paulo.

2012

– Brasil Terminal Portuário (BTP): projeto – Manobras do navio tipo Heavy Lift e navio tipo Contêiner, no Terminal da BTP em Santos, São Paulo.
– Vale: projeto – Avaliação da manobrabilidade dos navios da classe Valemax no canal de acesso ao Píer 2, Tubarão, Santa Catarina.
– Triunfo Santa Rita S.A.: projeto – Análise de manobrabilidade em modelagem matemática – Largo de Santa Rita, Santos, São Paulo.
– Petrobras: projeto – Simulação de manobrabilidade de embarcações para PP-1 no TEMADRE, Bahia.
– OSX: projeto – Condições limites para as operações de Offloading.

2013

– Vale: projeto – Análise de manobrabilidade no píer 1 sul de Tubarão.

2014

– Samarco: projeto – Análise de manobrabilidade em modelagem matemática do terminal da Samarco.
– Vale: projeto – Estudo das manobras de navios da classe Capesize no píer 1 sul.
– Samarco: projeto – Análise de manobrabilidade no terminal da Samarco em Ponta de Ubu.