Foto: Agência Petrobras

A frota de apoio marítimo em águas brasileiras encerrou agosto com 367 embarcações, das quais 324 de bandeira brasileira e 43 de bandeira estrangeira. A quantidade se manteve estável em relação a julho, que fechou com 368 embarcações (323 de bandeira brasileira e 45 de bandeira estrangeira). Em comparação com agosto de 2015, foram desmobilizadas 128 embarcações de bandeira estrangeira e acrescentadas 68 de bandeira brasileira. Os dados constam no relatório de agosto divulgado, nesta quinta-feira (20), pela Associação Brasileira das Empresas de Apoio Marítimo (Abeam). Ao todo, cerca de 29 embarcações, originalmente de bandeira estrangeira, tiveram suas bandeiras trocadas para bandeira brasileira.

 

De acordo com o relatório da Abeam, 48% dessas embarcações são PSVs (transporte de suprimentos) e OSRVs (combate a derramamento de óleo), totalizando 177 barcos. Outros 19% são LH (descarregamento do óleo de plataformas) e SVs (mini supridores), que somam 69 barcos. Os AHTS (manuseio de âncoras) somaram 46 unidades no período, enquanto 26 barcos de apoio eram FSVs (supridores de cargas rápidas) e crew boats (transporte de tripulantes), 16 PLSVs (lançamento de linhas)e 13 RSVs (embarcações equipadas com robôs).