O Capitão de Cabotagem Sidney Guedes Cavalcante voltou à FHM e ao Centro de Simulação Aquaviária – CSA para o Curso Avançado de Operador DP – DPA, o terceiro concluído na instituição. Comemorando estar empregado e fazendo o que gosta, ele considera que, além de buscar qualificação profissional, manter uma boa rede de relacionamentos, o chamado networking,  é fundamental para conquistar boas oportunidades de trabalho.

O instrutor Waltenir Oliveira e o coordenador da FHM, Mário Calixto, entregam o certificado de conclusão do curso ao Comandante Sidney Cavalcante.

“Fiquei na pedra três anos, mas, recentemente, fui contratado. Embarcações AHTS foram lançadas pela empresa, que precisou de profissionais com experiência nesse tipo de navio, então, me chamaram. Além disso, tenho amigos que não me deixaram desistir, que me incentivaram a continuar buscando uma oportunidade e me avisavam sempre que surgia uma vaga. Quando fico sabendo, também aviso àqueles que estão precisando. Não tenho medo de perder trabalho por agir assim. Acredito que há lugar para todo mundo”, avaliou Cavalcante, aluno da turma que se formou em 30 de agosto.

Daniel Leão: otimista em relação ao futuro do setor marítimo.

O Oficial Daniel Leão Magalhães Ferreira, marítimo da cabotagem e aluno da turma de DPA formada em 16 de agosto, observou outro fator relacionado à demanda por mão de obra. “A navegação, em geral, está melhorando. Novas plataformas estão chegando e os meus amigos estão conseguindo emprego. Acredito que, em dois anos, o mercado estará melhor ainda”, disse. O entusiasmo pode ser explicado pelos números publicados pela mídia especializada que destacam o crescimento da indústria naval e do transporte marítimo. A cabotagem vem crescescendo 10% ao ano e a movimentação de cargas nos portos brasileiros passou de 1 bilhão de toneladas anuais.

Com o setor refletindo boas expectativas, os marítimos precisam estar atualizados e de olho nas oportunidades. No ambiente educacional, o aluno melhora suas capacidades, cresce profissionalmente e encontra pessoas com os mesmos objetivos, ampliando as suas chances de sucesso. Nesse contexto, a Fundação Homem do Mar proporciona o estado da arte em tecnologia de simulação aquaviária.

Turma de DPA que concluiu o curso em 2 de agosto, com o diretor da FHM Odilon Braga e o instrutor Waltenir Oliveira.

No mês de agosto, além dos cursos de DPA, a FHM formou turmas no Curso Básico de Posicionamento Dinâmico – DPB e no Especial para Operador de ECDIS – EPOE. Saiba mais sobre o calendário de cursos da FHM: www.fhm.org.br